Que tal aprender um pouco mais sobre ESG?

ESG

Saiba o que significa a sigla ESG que está mudando o dia a dia das empresas, métrica que está guiando as decisões empresariais

Desde o início dos anos 2000, empresas cada vez mais entendem os pilares ambiental, social e de governança como fundamentais para sua sobrevivência.

Abaixo, nós vamos apresentar o que significa cada letra dessa métrica e exemplos de ações em cada uma dessas áreas.

O que é e para que serve a métrica ESG?

Lançado em 2004 por uma iniciativa ligada à ONU, o termo “ESG” (sigla em inglês para ambiental, social e governança corporativa – ou ASG, em português) ganhou força e passou a receber maior atenção e investimentos durante a pandemia, em meio a discussões sobre se crises ambientais previstas pela ciência, em especial a climática, poderiam também ter impactos globais no futuro.

Estudos e relatórios de casas de análises indicam que empresas alinhadas a esses princípios vêm se saindo melhor não só em se tratando de gestão de imagem, mas financeiramente.

Se antes o foco era apenas no resultado financeiro a curto prazo, puro e simples, os líderes de empresas no mundo todo começaram a perceber que boas práticas ambientais, sociais e de governança também são notadas a ser notadas por seus consumidores e investidores e é aí que surgiu a métrica ESG, sigla em inglês que significa Environmental, Social and Governance.

E – Environmental / Ambiental

Se refere às questões ambientais que afetam o seu negócio, como: poluição do ar e da água; emissão de gases estufa; desmatamento; pegada de carbono etc. 

Além da notável importância ecológica, as decisões que são positivas ao meio ambiente, são essenciais para a sobrevivência da humanidade e, através de uma boa análise ESG, se pode evitar prejuízos financeiros que acidentes ambientais podem causar. 

Se uma grande mineradora causa um acidente ambiental grave, além do dano ambiental à fauna e à flora da região, há o dano social causado às famílias locais e o prejuízo financeiro causado a seus investidores com multas e indenizações, além de ter sua reputação prejudicada, o que pode significar perda de investimentos e rescisões de contrato.

Se uma empresa não entende que o consumo está cada vez mais sustentável, como poderá continuar a persuadir os clientes a consumirem seus produtos?

S – Social / Social

Se refere às questões sociais de seu negócio, como: 

  • Impacto social da sua empresa em determinada região;
  • Satisfação dos clientes;
  • Relações trabalhistas com os colaboradores;
  • Diversidade da equipe;
  • Engajamento dos funcionários.

Se uma empresa de moda utiliza trabalho análogo a escravidão, o custo humanitário que ela causa aos trabalhadores daquela região é enorme e, atualmente, os custos financeiros também, pois os danos à imagem da empresa são muito graves – afetando, inclusive, a decisão de compra do consumidor final.

Se uma companhia hoje não entende que seu corpo de colaboradores, inclusive, os tomadores de decisão, deve refletir a diversidade que existe na sociedade, ela dificilmente entenderá os gostos de seu cliente final e, provavelmente, não terá um bom desempenho em seu negócio. 

G – Governance / Governança

O “G”da sigla refere-se às questões de governança de seu negócio, como: transparência, relação com entidades do governo; conduta corporativa; composição do conselho da empresa. 

Se um CEO coloca despesas pessoais como gastos da empresa, os sócios minoritários acabam por também pagar essa conta, o que é danoso para a empresa e futuros investidores.

Se os sócios minoritários não têm acesso de forma transparente e em tempo real às receitas e despesas da empresa, o negócio pode ser nebuloso e, portanto, menos interessante para novos investidores.

A Moss ajuda sua empresa a melhorar na métrica ESG

Um dos pontos principais da métrica ESG são as questões relacionadas ao meio ambiente e, dentro delas, um dos pontos mais importantes dos últimos anos é o aumento das emissões de gases estufa (GEE) e o aquecimento global.

Com a Moss, empresas e pessoas físicas podem compensar suas emissões de carbono. Isso é possível com o MCO2 Token, crédito de carbono vendido pela Moss: o primeiro em tecnologia blockchain, e que tem origem em projetos ambientais que podem compensar toneladas de dióxido de carbono (CO²).

Você pode conhecer alguns desses projetos clicando aqui.

Então, se você quiser compensar suas emissões pessoais de dióxido de carbono (CO²), clique aqui para se cadastrar em nossa plataforma.

Para compensar suas emissões pessoais de dióxido de carbono (CO²), clique aqui para se cadastrar em nossa plataforma. Se você quiser neutralizar as emissões de gases estufa (GEE) de sua empresa ou evento, é só clicar aqui.

Fale conosco. Com a Moss, é possível tornar as escolhas do seu dia a dia cada vez mais sustentáveis.

amazonia, aquecimento global, comprar crédito de carbono, comprar créditos de carbono, crédito de carbono, créditos de carbono, mco2, MCO2 token, moss, pegada de carbono, sustentabilidade, tecnologia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *