Os impactos do aquecimento global

Aquecimento global

Entenda as consequências do aquecimento global para vida de um planeta cada vez mais quente

Ao longo dos anos, em noticiários, escolas, faculdades e em nosso dia a dia, fala-se cada vez mais em aquecimento global. Mas o que é esse fenômeno? Quais são as suas consequências?

O aquecimento global é o aumento progressivo das temperaturas médias dos oceanos e atmosferas terrestres por todo o globo.

Ele é causado pelo efeito estufa, quando a concentração de gases estufa na atmosfera permite a passagem de raios solares e a absorção de calor. Apesar de o efeito estufa ser um fenômeno natural, ao longo dos anos, em especial, desde a Revolução Industrial, a emissão de gases estufa decorrentes da ação humana vem crescendo vertiginosamente, aumentando a temperatura terrestre e gerando o fenômeno conhecido como aquecimento global.

Apesar de o efeito estufa ter sido descrito pela primeira vez em 1859, pelo cientista John Tyndall, um debate maior sobre o aquecimento global aconteceu a partir da ECO 92 (Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento), onde houve o reconhecimento oficial de que o aquecimento global é fruto direto das ações humanas.

Com o aumento da temperatura terrestre e a decorrente mudança do clima, o equilíbrio ambiental está em risco. Como exemplo, podemos citar a mudança de temperatura dos oceanos com o derretimento das calotas polares, que ameaça espécies marinhas.

Não obstante, a própria espécie humana está em risco. Como o derretimento das geleiras também altera o nível do mar, territórios que hoje são ocupados por milhões de pessoas tornam-se inabitáveis (estima-se um impacto em 10,4 milhões de pessoas, no melhor cenário, até 2100). Com a migração forçada para outros territórios, teremos o surgimento dos refugiados climáticos.

Quem são os refugiados climáticos?

Esse é o nome usado para descrever pessoas que foram obrigadas a sair de seus territórios em razão das mudanças climáticas. O fenômeno dos refugiados climáticos também acontecerá em razão de outras consequências desse aquecimento como: o aumento das secas e das ondas de calor e um maior número de fenômenos naturais altamente destrutivos como ciclones, furacões e inundações.

Como controlar o aquecimento global?

Para redução do aquecimento global, devemos reduzir nossas emissões de gases estufa, isto é, reduzir nossa pegada de carbono.

Aqui no blog já escrevemos algumas ações individuais, do nosso dia a dia que podem ajudar nessa missão como:

  • Substituir o carro movido a gasolina por bicicleta ou transporte coletivo;
  • Diminuir o consumo de carne; utilizar sacolas retornáveis;
  • Não consumir alimentos processados (como batatas chips e refrigerantes);
  • Dar preferência a produtos cultivados localmente ou fazer sua própria horta orgânica;
  • Evitar o consumo em excesso, de forma geral: não desperdiçar alimentos, não comprar roupas novas que não vão ser utilizadas com frequência;
  • Dar preferência a produtos reciclados.

Uma outra opção para reduzir e até neutralizar totalmente a sua pegada de carbono, é a compra de créditos de carbono pela Moss, que os transformou em um Token perene e monetizado. O crédito de carbono é um certificado que comprova que uma tonelada de dióxido de carbono (CO2) deixou de ser emitida para a atmosfera. 

Ao comprar o MCO2 Token, você está contribuindo para a preservação do meio ambiente, através de projetos que visam capturar o excesso de dióxido de carbono presente na atmosfera, reduzindo assim o efeito estufa e neutralizando a sua pegada de carbono. 

Alguns destes projetos já foram detalhados aqui no blog como o Projeto Agrocortex, a Fazenda Fortaleza Ituxi e o Amazon REED+IFM

Para adquirir seus créditos de carbono, é só clicar aqui. Em minutos você adquire um ativo digital verde, seguro e auditado por instituições internacionais. 

A mudança que pode salvar o planeta está em nossas mãos, todos os dias. Neutralizando nossa pegada de carbono, reduzimos os impactos do aquecimento global e construímos juntos um mundo melhor.

aquecimento global, crédito de carbono, moss, sustentabilidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *