Conheça o projeto Fazenda Fortaleza Ituxi

O projeto Fazenda Fortaleza Ituxi visa proteger a floresta localizada em uma das regiões de maior taxa de desmatamento da Amazônia: o município de Lábrea. 

Iniciado em 2013, o Fazenda Florestal Ituxi é um projeto de Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação Florestal (REDD). Está localizado no município de Lábrea, no Sul do Amazonas.

Localizada no chamado “Arco do Desmatamento”, a região possui grande tradição agrícola e é o quarto município mais desmatado do Amazonas.

O motivo é sua localização remota, adicionada a ausência de fiscalização pelos órgãos governamentais, o que catalisa a grilagem de terras, o desmatamento e extração ilegal de madeira.

O projeto Fazenda Fortaleza Ituxi foi criado visando proteger o bioma local e evitar o desmatamento, com estimativa de evitar a emissão de 720,470 toneladas de gases de efeito estufa (GEE). Ao longo de 30 anos, serão conservados mais de 46,592 mil hectares da rica biodiversidade da floresta amazônica.

O que é o Projeto Fazenda Fortaleza Ituxi REDD?  

O projeto REDD Fortaleza Ituxi visa proteger as florestas localizadas em uma das regiões de maior taxa de desmatamento na Amazônia: o município de Lábrea. O projeto também inclui a implementação de atividades para apoiar e garantir o manejo florestal sustentável, beneficiando a comunidade local. 

A sigla REDD significa Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação Florestal, que é um incentivo para recompensar financeiramente projetos que estão reduzindo o desmatamento.  Com atividades sustentáveis, é possível evitar emissões de gases do efeito estufa associados ao desmatamento e à degradação florestal.  

O Fazenda Florestal Ituxi possui certificação VCS (Verified Carbon Standard). Além de um rigoroso sistema de monitoramento da região, que garante a correta preservação da área do projeto.

“Quando começamos, desdenharam do projeto. Diziam para eu desmatar tudo e criar gado. Hoje me procuram perguntando sobre como podem investir também”, comenta Ricardo Stoppe Jr., proprietário da Fazenda Ituxi. “Se a viabilização financeira se mantiver com a venda dos créditos de carbono, eu realmente acredito que a Amazônia pode ser salva.”

O plano de manejo florestal começou a ser implementado em 2013 e tem uma duração proposta de 30 anos. Até 2015, foi estimada uma redução de 1.181.732 tCO2 de emissões de gases do efeito estufa. Contudo, o início da implementação foi bem difícil, por causa de grileiros, posseiros, invasores e a conscientização dos moradores locais. 

Atualmente, Ricardo está muito confiante e feliz com os resultados do projeto. “Se a viabilização financeira se mantiver com a venda dos créditos de carbono, eu realmente acredito que a Amazônia pode ser salva.” O dono da fazenda destaca que a parte mais difícil foi fazer com que as pessoas entendessem o projeto e seus benefícios para além da parte financeira. Hoje, Ricardo destaca que já há procura de outras pessoas para investimento em novas áreas, que também são bastante desmatadas. 

O manejo florestal sustentável é o principal objetivo do projeto. O sucesso da Fazenda Ituxi pode ser explicado pela seriedade e fiscalização com que tudo é realizado. 

Com o objetivo de combater o alto grau de desmatamento da região, o projeto assume comprometimento com o desenvolvimento socioambiental local. Desta forma, incentiva o manejo sustentável, além de capacitar a comunidade local para explorar os recursos florestais de maneira equilibrada, tanto na pecuária como no cultivo de açaí e castanhas. 

Além disso, os trabalhadores de Lábrea recebem treinamento técnico para a pecuária sustentável e manejo florestal. O projeto Fazenda Florestal Ituxi também visa, no futuro, instalar uma pequena fábrica de processamento de produtos não madeireiros e um viveiro de produção de mudas. 

Hoje, o projeto preserva o bioma amazônico e sua rica diversidade, evitando o uso predatório da floresta e o desmatamento ao fomentar atividades sustentáveis para o desenvolvimento socioeconômico da região.

Conheça mais projetos clicando aqui.

Como você pode ajudar? 

Você sabia que, em média, uma pessoa gera ao ano mais de 1,6 toneladas de gás carbônico? Imagine esse valor ao multiplicar por todos os habitantes do planeta? Assim, não apenas as empresas, mas os cidadãos também possuem responsabilidades quanto à poluição. 

Ao comprar um crédito de carbono, é possível contribuir com o meio ambiente, evitando que 1 tonelada de gás carbônico seja gerada, colaborando positivamente com a mudança da realidade atual. 

Assim, o valor da comercialização desses créditos é destinado a projetos sociais e ambientais, como o projeto da Fazenda Fortaleza Ituxi. Dessa forma, quanto mais créditos forem comercializados, maior será a percepção de valor da floresta, diminuindo o desmatamento e tornando mais rentável mantê-la de pé do que derrubá-la. 

Portanto, você também pode e deve ajudar a floresta Amazônica, promovendo projetos como o da Fazenda Ituxi. Ao comprar créditos de carbono, você impactará positivamente a sociedade, sendo apenas o começo de todo bem que esse mercado pode trazer para as florestas.

Saiba Mais: FORTALEZA ITUXI REDD PROJECT

amazonia, preservação, sustentabilidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *